As inscrições para a 13ª Edição do Concurso de Roteiros Rucker Vieira estão abertas!

 

Atenção Brasil! A Fundaj lançou o Edital da 13ª Edição do Concurso de Roteiros para documentários Rucker Vieira. Entre os dias 2 de outubro e 17 de novembro de 2017, estão abertas as inscrições para o certame, promovido pela Fundação Joaquim Nabuco, através da Massangana Produções Audiovisuais Educativas/Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte.

Enfocando este ano o tema MEMÓRIA E CIDADE, serão selecionados dois projetos de documentários, com premiação bruta de R$ 80 mil (cada), visando gerar produtos audiovisuais destinados à utilização como ferramenta em processos educacionais alinhados às diretrizes do Ministério da Educação e com vistas a estimular a produção independente de audiovisual do Brasil. Os dois roteiros premiados deverão ter duração de 26 minutos.

Há mais de uma década o Concurso de Roteiros Rucker Vieira vem conquistando espaço entre os editais nacionais em audiovisual, sendo o único com a difusão voltada para a Educação, recebendo inscrições de todas as Regiões do País, fomentando a formação de público e gerando novas possibilidades de informação através da produção e fruição de documentários.

O prêmio é uma iniciativa integrante do Programa Gestão e Manutenção do Ministério da Educação, com desdobramento na ação Promoção e Intercâmbio de Eventos Educacionais e Culturais.

O concurso é uma homenagem ao renomado fotógrafo-cineasta pernambucano Rucker Vieira (1931-2001), que trabalhou na Fundação Joaquim Nabuco, como fotógrafo e cinegrafista, onde foi diretor e um dos responsáveis pela criação da Filmoteca na década de 1970 – ponto de partida para a criação da Cinemateca da Fundaj, no início da década de 1980, nacionalmente conhecida, principalmente, pelo seu acervo sobre o Ciclo do Recife e o cinema pernambucano.

Rucker Vieira obteve o reconhecimento da crítica brasileira de cinema por sua atuação como diretor de fotografia nas décadas de 1960 e 1970, notabilizando-se como principal responsável pelo modelo estético do Cinema Novo, a partir do trabalho no filme Aruanda (1960), de Linduarte Noronha, que inaugurava o cinedocumentário no Brasil.

 

Edital, anexos e mais informações estão disponíveis AQUI.

 

Massangana Produções Audiovisuais Educativas (MMP)

Endereço: Rua Dois Irmãos, Nº 92 – Apipucos  – Recife – PE CEP: 52071-440

E-mail ruckervieira.fundaj@gmail.com.

Telefone: (81) 3073.6710  (8h às 12h e 13h às 17h)

Anúncios